• 0 Items - 0,00
    • Carrinho vazio.

Penguin Clássicos

Penguin Clássicos

show blocks helper

Plano Nacional de Leitura

Géneros

Coleção

Filtrar por preço

Festa no Jardim e Outros Contos

11,93

Uma miniaturista do quotidiano, a modernista Katherine Mansfield marcou a cena literária inglesa do início do século XX com Festa no jardim, uma coletânea de contos em que se evidencia um humor subtil aplicada à crítica social inequívoca.

Persuasão

11,66

O reencontro inesperado, oito anos depois da rutura do noivado, entre Anne e Frederick reacende em ambos uma paixão que todos criam extinta.

Otelo

9,86

«Calar-me? Hei de falar tão livre como o vento. E venham todos, céu, diabos, homens, Que gritem contra mim, hei de falar.»

A Falência

10,76

«A Falência é o justo resgatar de um dos nomes mais estimulantes das letras brasileiras do virar se século XIX para o XX, um livro ao melhor estilo realista que pode ser posto a par de obras como a de Machado de Assis.»

Isabel Lucas, Público

Um Quarto Só Seu

8,96

Considerado um dos textos mais importantes do século xx,

Um quarto só seu marca um momento fundador do feminismo moderno.

Um ensaio marcante de uma autora incontornável do pensamento moderno,

Virgínia Woolf,

Agora nos PENGUIN CLÁSSICOS, com prefácio de Ana Luísa Amaral.

A Quinta dos Animais

8,01

Nos Penguin Clássicos, uma das obras mais emblemáticas do século XX, é uma sátira brilhante e devastadora à corrupção do idealismo pelo poder.

«UMA FÁBULA SÁBIA, HUMANA E ESCLARECEDORA PARA OS TEMPOS QUE VIVEMOS.»
THE NEW YORK TIMES.

A Metamorfose

8,01

Um dos livros mais enigmáticos da história da literatura, a metamorfose, de Franz Kafka, nos PENGUIN CLÁSSICOS.

Com prefácio de Gonçalo Villas-Boas.

Triste Fim de Policarpo Quaresma

10,76

Triste fim de Policarpo Quaresma, um clássico imperdível da literatura brasileira, conhece a sua primeira edição em Portugal com os Penguin Clássicos – com prefácio de Lilia Schwarcz e Clara Rowland.

Uma obra-prima inteligente e mordaz sobre um homem e um país apanhados num confronto violento entre razão e fanatismo.

Os Maias

9,86

NOS PENGUIN CLÁSSICOS, UMA OBRA-PRIMA DA LITERATURA PORTUGUESA.

OS MAIAS É UM ROMANCE INEXCEDÍVEL QUE FAZ O RETRATO VIVO DE UMA SOCIEDADE EM DECLÍNIO, OBSERVADA PELO OLHO CLÍNICO DE EÇA DE QUEIRÓS.

COM PREFÁCIO DE CARLOS REIS.

.